NIKE MARCA UM GOLAÇO CONTRA O MACHISMO

0

As denúncias de assédio sexual contra o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, ocorrem justamente no momento em que a Nike, na Europa e Estados Unidos, iniciou campanha contra o machismo no futebol. O comercial futebol tóxico (em inglês Toxic Football) assinado pela agência Wieden+Kennedy London mostra uma bola ranzinza e machista em campo, emitindo frases estúpidas e que defendem a vitória a qualquer preço e uma disciplina que desrespeita os limites de jogadores para o técnico de um time de futebol. Verdadeira bola murcha falante, ela leva um pontapé vigoroso do astro do Manchester United e da Inglaterra Marcus Rashford – um defensor da justiça racial e da mudança social no futebol – que, no papel do técnico, a retira de campo marcando um golaço contra atitudes ridiculamente machistas. É de se esperar, portanto, que Nike, uma das patrocinadoras da Seleção Brasileira se sinta desconfortável neste momento com a CBF. Quanto à Cova América 2021, que anunciou o uso de bola produzida pela Nike no torneio, há ainda muita água por rolar, pois atletas de diversas seleções colocam em dúvida a participação num campeonato que terá como sede o Brasil, epicentro da pandemia Covid-19 na América do Sul.

 

Share.

About Author

publicitta

Leave A Reply