COVA AMÉRICA 2021 USARÁ BOLA OFICIAL DA NIKE NOS JOGOS

0

Por Carlos Franco

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), organizadora da Copa América 2021, mais conhecida como Cova América 2021 por ter como sede o Brasil, país epicentro da pandemia Covid-19 na América Latina com elevado índice de contágio e mortes pelo vírus, apresentou a bola oficial do torneio criada pela Nike. A gigante mundial do esporte analisa, porém, o patrocínio nesses jogos e até da Seleção Brasileira depois de denúncias de assédio sexual contra o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, e o desejo, expresso pelos jogadores, de não participarem do torneio promovido pela Conmebol.  

A Nike, desde 1996, quando a revista americana Life estampou na capa uma criança paquistanesa costurando uma bola, denunciando o uso pela gigante de artigos esportivos de mão-de-obra escrava e infantil, tem investido pesado para reconquistar imagem e reputação, dando a apoio à programas de combate de mão-de-obra e escrava e procurando apoiar movimentos de inclusão social e diversidade. Na época, Nike enfrentou boicote a seus produtos dentro dos Estados Unidos e fora dele, acusada de gastar mais em marketing do que na produção de seus produtos e no respeito aos trabalhadores.

Hoje, com as regras do conceito ESG (environmental, social and corporate governance, em português  governança ambiental, social e corporativa) em vigor como exigência pelo mercado de capitais (as bolsas de valores) e as agências de fomento e bancos globais, Nike tem procurado, como muitas empresas, preservar imagem e reputação para a conquista de crédito e admiração pelo consumidores. E, pelo visto, não pretende colocar imagem e reputação em risco, por isso analisa contratos e cobra dos patrocinados comportamento que não venha a arranhar sua imagem e reputação. As sérias denuncias de uma funcionária da CBF ao presidente da entidade é um fator a mais de preocupação para a Nike, assim como a posição dos  jogadores da Seleção, insatisfeito com a realização da Copa América 2021 nesse grave momento da pandemia. O Brasil está em 64º lugar no mundo no índice de vacinação da população, o que representa risco de vida para a população e também os turistas e visitantes estrangeiros.

Por outro lado, ter sua imagem atrelada à Cova América 2021, sediada num país onde o governo federal não tem demonstrado o menor interesse em preservar a vida, pode ser outro foco de preocupação. No dia de ontem, 6 de junho de 2021, por exemplo, o Brasil contabilizava mais de 472 mil vidas perdidas, 472 mil histórias, 472 mil saberes e fazeres, 472 mil amores e milhões de pessoas impactadas pelo vírus. 

Não se pode negar, no entanto, que a bola da Nike produzida para o Conmebol é bem produzida. Tem um design moderno e chamativo e entre as linhas das suas costuras estão gravados os nomes dos países que venceram Copa América. Até hoje, Uruguai (com 15 títulos), Argentina (14), Brasil (9), Chile, Paraguai e Peru (2 títulos cada), Bolívia e Colômbia (com 1 título cada) já venceram a competição.

Por fim, a bola ganhou o nome de Merlin Copa América. A Conmebol demonstra, assim, o seu desejo de que o lendário mago faça uma mágica, difícil de acontecer, de que a Cova América 2021 seja um sucesso.

Share.

About Author

publicitta

Leave A Reply