DEGREE, DA UNILEVER, LANÇA DESODORANTE INCLUSIVO

0

Um em cada quatro americanos e um em cada cinco britânicos têm deficiência, mas apesar de ser a maior comunidade minoritária em todo o mundo, os produtos e as experiências ainda não foram concebidos com esta comunidade em mente mesmo que, só no mercado americano respondam por um consumo anual estimado em trilhões de dólares. Em toda a indústria de beleza e cuidados pessoais, não existe atualmente nenhum produto desodorante adequado para uso por pessoas com deficiência nos membros superiores. Torcer uma tampa de desodorante, virar um bastão ou empurrar uma lata de aerossol com mobilidade limitada do braço é um verdadeiro desafio – e às vezes o medo de suar impede as pessoas com deficiência de se moverem tanto quanto gostariam.

Degree, produto da Unilever, acredita no poder do movimento para transformar vidas – e que todos devem ser capazes de experimentar os incríveis benefícios físicos, mentais e sociais que o movimento proporciona. O desodorizante ajuda a dar às pessoas confiança para se moverem. Portanto, em um esforço para fornecer acesso equitativo aos produtos e experiências necessárias para se mover, a Degree fez parceria com Wunderman Thompson e sua Inclusive Experience Practice, ao lado de terapeutas ocupacionais, engenheiros e consultores com deficiência, impulsionados pela missão de fazer o processo de aplicação de desodorante acessível a todos.

O produto, depois de testes e a colaboração de entidades como Chicago Lighthouse, Open Style Lab e Muscular Dystrophy Association chega agora ao mercado. A diferença da embalagem está num gancho que permite tanto colocar o produto em diferentes lugares e de fácil acesso como manipulá-lo. A tampa conta com fechos magnéticos que facilitam a sua retirada e permitem facilmente ser tampado novamente e o sistema roll-on, aquela esfera giratória facilita o uso, além disso o rótulo conta com impressão em braille, ampliando e facilitando o acesso de pessoas cegas ao produto. 

Share.

About Author

publicitta

Leave A Reply