MANIFESTO VIDA ACIMA DE TUDO

0

Uma carta que começou a circular neste último  fim de semana já conta com mais de 100 mil assinaturas, mas deveriam ser muitas mais. Cada brasileiro que ainda tem dentro de si uma parcela, mínima que seja, de humanidade, deveria assiná-la. Cada brasileiro que tem ainda alguma apreço pelos que ama, deveria assiná-la. Cada brasileiro que tenha entendido, ainda que de que relance a mensagem de Cristo no Evangelho, deveria assiná-la. E se, entre nós, exista brasileiros que ainda não conseguem amar o próximo, mas ainda conseguem amar a si próprios, estes também deveriam assiná-la. Não importa a sua origem, a sua profissão, a sua etnia, a sua religião, nem onde mora ou quanto ganha, basta ser humano para saber que sem um grito para a humanidade, clamando por humanidade, aos poucos não teremos mais voz. Hoje, dia 8 de março de 2021, o Brasil contabiliza 265.500 mortos por Covid-19. Não são números, são pessoas que tocaram outras pessoas, que acreditaram em outras pessoas, que amaram outras pessoas e que são, sobretudo, humanos como você que, agora, lê este texto. Então, sigamos, leia a carta e a assine, não engrosse as estatísticas de morte. Vida acima de tudo.

CARTA ABERTA À HUMANIDADE

“Vivemos tempos sombrios, onde as piores pessoas perderam o medo e as melhores perderam a esperança.” Hannah Arendt

O Brasil grita por socorro.

Brasileiras e brasileiros comprometidos com a vida estão reféns do genocida Jair Bolsonaro, que ocupa a presidência do Brasil junto a uma gangue de fanáticos movidos pela irracionalidade fascista.

Esse homem sem humanidade nega a ciência, a vida, a proteção ao meio ambiente e a compaixão. O ódio ao outro é sua razão no exercício do poder.

O Brasil hoje sofre com o intencional colapso do sistema de saúde. O descaso com a vacinação e com as medidas básicas de prevenção, o estímulo à aglomeração e à quebra do confinamento, aliados à total ausência de uma política sanitária, criam o ambiente ideal para novas mutações do vírus e colocam em risco os países vizinhos e toda a humanidade. Assistimos horrorizados ao extermínio sistemático de nossa população, sobretudo dos pobres, quilombolas e indígenas.

O monstruoso governo genocida de Bolsonaro deixou de ser apenas uma ameaça para o Brasil para se tornar uma ameaça global.

Apelamos às instâncias nacionais – STF, OAB, Congresso Nacional, CNBB – e às Nações Unidas. Pedimos urgência ao Tribunal Penal Internacional (TPI) na condenação da política genocida desse governo que ameaça a civilização.

Vida acima de tudo.

 

Para assinar, clique aqui. Não percamos a esperança. Dias melhores virão se começarmos a semear fé e esperança hoje.

 

 

Share.

About Author

publicitta

Leave A Reply