MOSCHINO VAI AO CINEMA

0

Lumière! Musique! É hora de uma pequena viagem de aventura na terra da moda.

A temporada de Moschino  começa com o conceito de um show dentro de um show dentro de um show dentro de um show, alimentado por uma pitada de viagem no tempo para a sofisticação e grandiosidade do início de Hollywood. É um mashup de Moschino-ismos, iluminado por um holofote dourado e salpicado de nostalgia escapista.

O venerado filme de George Cukor de 1939, The Women – no qual nenhum personagem masculino é visto ou ouvido – influenciou Jeremy Scott, o diretor criativo da grife. Em particular, há uma cena de desfile de moda em Technicolor que toca fundo (aqui, também, isso se vincula à meta observação de uma vinheta dentro de outra). A trama das mulheres começa em um caro salão de Manhattan, onde as senhoras da sociedade vão para obter a mais nova cor de unha: Jungle Red!

Apresentado por meio de um curta-metragem com o mesmo tom de verniz, a coleção Fall (outono) de Moschino apresenta uma panóplia (na Idade Média, armadura completa de um cavaleiro e, por extenção coleção de armas e figurinos de guerra) de itens e ideias, que vão desde roupas listradas retrabalhadas até um icônico vestido irônico da pradaria todo impresso com vacas físicas na pradaria. Scott também pega coisas mundanas como sacos de batata e as corta em mangas de sino, pufes e arcos, imbuindo irreverência e confiança em algo que de outra forma seria ignorado.

O agrícola então dá lugar a um momento de fauna completo, com um power suit de alto brilho feito de crocodilo de ouro falso, completo com uma cauda. Há vestidos sem alças de girafa com lantejoulas e vestidos de leopardo com miçangas, e um mini vistoso enfeitado com um flamingo, com o seu próprio pescoço tornando-se o decote da roupa.

A partir daí, a viagem continua: uma série ao ar livre apresenta saias rodadas, mangas bufantes e uma trincheira com cinto, junto com um kit para viagem com tudo o que você encontraria em uma penteadeira de senhora. Pincéis para blush, pentes de cabelo, pinças e até mesmo um compacto em forma de ursinho de pelúcia característico de Moschino, todos incluídos!.

À medida que avançamos, a coleção começa a ostentar vestidos de baile em silhuetas volumosas, parecendo pintados à mão em pinceladas pós-impressionistas. Na conclusão, Scott entra no reino da noite de 1940, com vestidos rosa claro, fúcsia, preto e dourado que parecem reencarnados de um tapete vermelho de meados do século no Biltmore Hotel de Los Angeles.

Traje de negócios? Verificar! Senhoras do lazer? Verificar! Uma noite na ópera? Verificar! Heroínas de Hollywood? Verificar! Lembre-se, entretanto, não importa o cenário, você deve sempre considerar uma coisa: usar Jungle Red!

#MoschinoJungleRed

Share.

About Author

publicitta

Leave A Reply