TOMMY HILFIGER INVESTE EM SUSTENTABILIDADE

0

Tommy Hilfiger, propriedade da PVH Corp. anuncia o Make It Possible, uma abordagem arrojada à sustentabilidade ambiental e social que reforça o compromisso da organização em criar moda que não desperdice e dê as boas-vindas a todos. Com o Make It Possible, a Tommy Hilfiger compromete-se inicialmente com 24 metas ambiciosas, centradas em circularidade e inclusão, sustentadas em quatro pilares para 2030: 

• Circularidade: criar produtos totalmente circulares e parte de um sistema sustentável.

• Feito para durar: operar com sensibilidade para com os limites planetários, por exemplo, nas áreas das mudanças climáticas, uso da terra e água, poluição química, desde o que compramos até onde vendemos.

• Todos são bem-vindos: ser uma marca que funciona para todos os fãs TOMMY – sempre inclusiva, totalmente acessível.

• Oportunidade para todos: promover o acesso às oportunidades com base na igualdade – sem barreiras ao sucesso na Tommy Hilfiger.

O programa da Tommy Hilfiger é impulsionado pela estratégia Forward Fashion da empresa-mãe PVH Corp, um conjunto de 15 prioridades projetadas para reduzir a zero os impactos negativos, aumentar para 100% os impactos positivos e melhorar as mais de 1 milhão de vidas em toda a cadeia de valor da empresa.

Make it Possible é o mais recente marco na jornada de sustentabilidade da Tommy Hilfiger. As principais conquistas incluem o lançamento do Tommy Hilfiger Adaptive, criado para facilitar o acto de vestir para adultos e crianças portadores de deficiência, e o Tommy Hilfiger Fashion Frontier Challenge, um programa global destinado a apoiar e expandir start-ups que desenvolvem soluções que promovem a inclusão e sustentabilidade na moda. Mais recentemente, Tommy Hilfiger lançou o Programa People’s Place para promover a representação de comunidades negras, indígenas e de pessoas de cor (BIPOC) nas indústrias da moda e criativas. Até o momento, mais de 80% dos designers da Tommy Hilfiger tiveram formação em estratégias de design circular e, em 2019, 72% do algodão usado globalmente foi proveniente de fontes mais sustentáveis. Além disso, 43% de todos os jeans, ou 2 milhões de peças, agora são finalizados com menor impacto, reduzindo a quantidade de água e energia usada. Cada coleção sazonal da TOMMY HILFIGER inclui peças mais sustentáveis nas suas coleções, como evidenciado nas peças 50% mais sustentáveis planeadas para a primavera de 2021, o dobro da primavera de 2020.

Reconhecendo que nenhuma empresa pode mudar o cenário da sustentabilidade sozinha, Tommy Hilfiger, parte integrante da PVH Corp., uniu forças com parceiros do setor ao assinar o The Fashion Pact em agosto de 2019, além de se juntar às iniciativas Ellen MacArthur Foundation Make Fashion Circular e Jeans Redesign. Nos últimos anos, a Tommy Hilfiger assinou parceria com o WWF para verificar e melhorar o impacto na água em localizações estratégicas da cadeia de produção. Isso inclui a formação em gestão de riscos hídricos aos fornecedores e parques industriais na bacia do rio Taihu, na China, e atua como parceiro fundador da marca de um novo programa de manuseamento de água no Vietnam, na bacia do Mekong.

Ao longo deste processo, a Tommy Hilfiger compartilhará o seu progresso. Para obter mais informações sobre o Make it Possible e ter uma visão geral completa das conquistas alcançadas até ao momento, visite: https://sustainability.tommy.com/

Share.

About Author

publicitta

Leave A Reply